Category Archives for Marketing

Que tipo de cliente você quer?

Essa é uma pergunta que faço quando visito meus clientes.

Você quer clientes  que são:

Pechinchadores e que comparam preço?
leais a sua marca
burocráticos
seguidores
líderes
focados no luxo
levianos
confiáveis
ansiosos
divertidos
que só falam sobre dinheiro
medrosos
desesperados
ricos
distraídos
secretos

Bom,você tem  o que você merece. Você atrai os clientes que respondem à maneira de você  agir.  Você constrói o que seu público quer e o que ele demanda.

Você pode não obter os clientes que merece, mas você provavelmente vai acabar com os clientes que você  c0nsegue atrair.

Sempre você pode mudar quando eles já estão dentro do seu negócio. Vale a pena?

Reputação

Reputação é  basicamente  o que as pessoas esperam  que façamos no futuro.

É a expectativa de qualidade e do caráter do que entregamos , produzimos  dizemos e fazemos. Com sua empresa é assim também.

Nós controlamos nossas ações (mesmo quando parece que não fazemos) e nossas ações ao longo do tempo (especialmente quando pensamos que ninguém está olhando) são a nossa reputação. Com sua empresa é assim também. Afinal são as pessoas que criam a reputação de sua empresa.

Atenção igual a resultados

Atenção igual a resultados

Tudo que você foca na vida expande. O resultado aparece. Seus negócios, sua carteira de clientes.  Toda a energia que você deposita e está alinhada com sua missão, acontece.
Todos gostam de receber atenção. Seu clientes, sua esposa, seu amigo, seus filhos.
A velocidade da resposta é diretamente proporcional a importância que você dá a outra pessoa. Pense nisso. Atenção igual a resultados.
Onde você está focando? Trabalho? Família? Lazer?

 

10 dicas de como usar o You tube e vídeos para vender Imóveis

Como usar o You tube e vídeos para vender Imóveis

Olá nesse post de hoje eu não vou falar das vantagens de você usar vídeos. Até por que se você me segue sabe  como eu sempre falo sobres esse assunto e o quanto eu sou fã dos vídeos.

Mas a grande barreira de entrada para a maioria dos corretores e imobiliárias  se resume a uma coisa:

Acreditam que é caro e não conseguem fazer esse investimento. Se você ainda pensa assim fique até o final.

Aqui então vão as 10 dicas para você começar a usar o seu canal do  You Tube 24 horas por dia e 365 dias por ano para trabalhar pra você.

#1- Comece fazendo um tour pela academia do You Tube ( You Tube Creator). É gratuita e tem muitas dicas pra você montar seu canal. Aqui vai lhe tomar um tempinho agora mas você não irá se arrepender. Antes de investir em câmera e outras coisas, veja as dicas.

Você pode querer ler esse artigo aqui  onde tem outras dicas sobre começando do zero no you tube.

#2- Faça uma intro profissional de sua logomarca. Você ainda não tem sua logo? Ainda não fez a intro do seu canal?

Pois é… Eu tinha essa preocupação depois de muito procurar  achei dois lugares onde você pode fazer quase de graça .No flixpress você  tem algumas intro gratuitas e no Fiverr são a partir de 5 dólares

# 3- Antes de vender seus imóveis venda você

Essa é uma dica que considero muito importante.Entre o corretor A ou B qual seria a opção a escolher se A estiver melhor posicionado?

Quero que vejam esse vídeo aqui de Miguel Lucena , feito por Renata Lucena sua esposa sob minha orientação e a um custo quase zero.

Esse vídeo vende o que?  Ao final deixe seu comentário

# 4- Crie playlist dos imóveis

Se você entrar no canal de Miguel Lucena ( aqui)  irá ver que eles tem várias playlist relacionadas a seus imóveis. 4 quartos, 3 quartos e assim vai. Segmentado por tipo de produto. Isso é o que você deve fazer com seus vídeos. Posso dizer que funciona muito. Isso na verdade é o que o You Tube quer você faça.

# 5- Faça do vídeo uma prioridade

É mais importante você fazer vídeos do que qualquer outro tipo de anúncios. Eles qualificam sua audiência e trazem  pessoas certas pro seu negócio. Trazem tráfego pra onde você desejar. Então faça vídeo de seu imóveis SEMPRE.

#6- Seja constante e  terceirize se puder

Importante você se manter sempre postando vídeos. Parar é renunciar ao seu trabalho. Se não conseguir manter o ritmo,  terceirize com  outros a edição ou mesmo a filmagem.  Você encontra excelentes profissionais a um preço bem adequado.

#7 – Não desista

tavarescma naõ desista

A grande maioria  aqui começa fazendo e depois desiste. Tente criar um hábito de gravação. Desistir no meio da caminhada é muito ruim.

#8- Não esqueça os links e seus contatos

Sim como você pode ver nos vídeos de Miguel e Renata Lucena sempre eles colocam os telefones na descrição e nos vídeos. Isso permite que você seja encontrado mais facilmente pelos seus potenciais clientes.  Confira

#9- Faça capa dos seus vídeos

Faça capa que chamem a atenção  veja esse vídeo aqui que ensino como você pode  fazer uma capa  para seus vídeos.

391ebbc19d157bb0d1a46ffef780cb0a

Aqui 

#10- Compartilhe eles e guarde seus links

Após subir seus vídeos e colocá-los  para trabalhar pra você 24 horas por dia de graça, guarde sempre no seu celular os links dos vídeos. Num pedido de whats app você pode enviar  o vídeo de apresentação sua para um futuro cliente  e pode também enviar o vídeo do imóvel em questão.

Faça essa pequenas coisas e depois compartilhe seus resultados. Espero que você use e abuse dos vídeos. No próximo post Facebook para imóveis. Deixe seus comentários e  sugestões aqui. É sempre um prazer poder ouvir você.

Como usar o You tube e vídeos para vender Imóveis

A parte difícil do surf como na vida é…

Surfar é essencial. Pra mim isso não é opcional. A parte difícil do surf é remar. A remada é quase tudo.

Antes de aprender a surfar você tem aprender a remar.

Remar é cansativo, exaustivo mas necessário. O treino da remada é necessário pra atingir o seu objetivo.

No dia a dia dos negócios você tem de remar e muitas vezes contra a corrente.É necessário pra se manter vivo.Se manter alerta .

A parte difícil dos negócios como no surf é a remada.

Como vender pra 96 % dos clientes que dizem não

Como vender pra 96 % dos clientes que dizem não

          Recentemente fiz um treinamento em uma empresa de grande porte em Recife. O que mais me chamou a atenção era a forma dada e o tratamento de grande parte dos clientes que não compravam. Apesar do esforço gigantesco  pra se manter no topo do mercado, com margens muito pequenas, essa empresa ignorava grande parte de seus leads(potenciais clientes) que chegavam na sua loja. A mídia tradicional em rádio, tv, jornais , outdoors é usada de forma constante. Com uma competência fantástica e grandes investimentos.

Apesar de usar um sistema de CRM poderoso fornecido pela fábrica, e ter um tempo de feedback das consultas diminuído, as vendas ainda assim não se mostravam proporcionais as expectativas. Esqueci  a crise e me detive  no fluxo de vendas.

Foi detectado também que o recall da marca é altíssimo e o nível de satisfação dos clientes também. Então onde se poderia melhorar? Se 96% não compram  existem várias razões.

Na análise da área de vendas apenas 4% convertiam em vendas específicas. 96% eram descartados após alguns poucos contatos via fone ou whats app.

Num horizonte de 10.000 mil visitas 400 compravam e 9600 voltavam. Ou seja 96%. Um custo muito alto. Concorda?

E se , apenas se houvesse um incremento de  mais 2% na conversão, provocaria um aumento de 50% no faturamento da empresa  se considerarmos os números atuais.

Ao longo dos últimos anos no Brasil o uso do e-mail  foi ficando pra trás. Estamos muito longe do que efetivamente se pode fazer. Somos ainda bebês de colo num mercado  de profissionais no exterior.

Hoje temos condições de avaliar o comportamento do cliente em tempo real e verificar os caminhos que ele está seguindo.Com isso cria-se a oportunidade pra mesclar o uso de e-mails com sms, whats app , notificações via facebook e associados a campanhas de mídia tradicional.

O erro fatal

Ao descartar sua base de leads  logo no início do processo, considerando que eles já tomaram a decisão de comprar com seu concorrente, estabelece um custo e cria-se um paradigma:

1- O custo de ter em uma data futura  de ir buscar novamente esse cliente através de novo investimento em propaganda.

Admitamos que a empresa invista 200.000 ( duzentos mil reais /mês) em mídia. Custo de aquisição do cliente 200.000 /10.000 = 20 por lead . Se considerar apenas os clientes que compram, esse custo sobe pra 500 reais por aquisição o famoso CPA(custo por aquisição)  (* esses números são fictícios mas próximos da realidade). Ou seja em um ano se jogou pela janela boa parte do investimento em mídia.

2- O paradigma criado é que o cliente já decidiu e comprou do concorrente Não deverá ser mais trabalhado.

Esse forma de atuar considera apenas que suas vendas devem ser realizadas naquele momento. Esquece que esse cliente pode continuar a ter uma experiência de sucesso com a sua empresa e na próxima compra voltar. Além de que poderá indicar amigos.

Nenhuma dessas duas abordagens é ideal. Pensa comigo…

Quando você já trouxe o seu prospect ( lead) pra sua base e descarta ele depois, você já fez o trabalho maior e mais caro. Manter ele engajado pode ser mais demorado, porém é mais lucrativo a médio e longo prazo.

Ao adotar essa postura de  “não vou vender pra 96% dos que recusaram a oferta inicial” você esquece que o seu cliente pode ser atendido por outros serviços que sua empresa presta. Imagine o quanto se perde em receita com isso.

Por outro lado o fato de tratar seu prospect apenas com interesse na compra imediata, você irá precisar investir cada vez mais em compra de tráfego ( seja  através da mídia tradicional , seja através da internet).

Encontrar o equilíbrio entre vender e manter um relacionamento é a chave pra uma relação a médio e longo prazo com seu público.

O grande problema é que a grande maioria das  empresas tentam vender logo de imediato. Essa carga de venda não dura pra sempre. É preciso renovar as energias e manter a chama acessa.

Aqui o que  precisa ser feito é regar todos os dias, ou semanas enfim, cultivar a relação.

Para que você entenda melhor, hoje dependendo de como seu cliente chegou na sua empresa você consegue melhorar sua comunicação e deixar de certa forma essa comunicação automatizada.

Nem todos percebem o assunto da melhor forma e recebem  no mesmo canal que entram em contato com a empresa.

Em outra oportunidade irei falar em vendas por multicanais.

A percepção de que ao descartar o cliente acreditando que ele já consolidou sua compra, parte do princípio equivocado que aquele cliente jamais voltaria a sua loja.

Então o que fazer:

1- Construir uma base sólida ( organizada e atual) de contatos (leads) com email e telefone e ainda se possível contato do facebook.

2- Segmentar eles por tipo de produto que desejavam comprar ( A/B/C/D) e começar a entregar valor e conteúdo específico. Mesmo depois deles terem informado que compraram no concorrente. Essa ação posiciona a cada dia sua empresa na mente do consumidor e num ciclo até curto se poderia pensar em diminuir o investimento em mídia tradicional.

Até porque mesmo adquirindo um bem de alto valor, o serviço de manutenção poderá ser realizado na sua empresa.

3- Ainda nesse propósito o uso adequado de algumas ferramentas para comunicação em massa e personalizada devem ser usadas. Isso permite você manter um relacionamento a médio e longo prazo com um custo baixíssimo.

4- O simples fato de você criar um funil de vendas e segmentar por tipo de produto já permitiria um acompanhamento diferenciado e um incremento nas vendas. Importante dizer que se o cliente quer banana e você oferece laranja, provavelmente ele não irá comprar. Mas eu não tenho bananas maduras no meu estoque , você pode dizer. Mas ofereça a banana verde. Pode ser que ele deseje comprar hoje, daqui a uma semana, um mês. Se você não perguntar nunca irá saber.

Essa conversa você consegue ter com seu clientes através da internet usando as ferramentas corretas.

Você poderia ter o uso do e-mail com notificação via facebook , whats app e sms.

Ao longo dos últimos anos venho  tenho acompanhando o trabalho em diversas empresas. A conclusão que chego é que  muito pouco se tem feito nesse sentido. Existe um caminho enorme a se seguir. Se você quer entender mais como criar campanhas de vendas e funis de vendas entre em contato. Será um prazer poder conversar com você.

 

rcwlightning.com aid 241058

 

Ao final gostaria de ouvir seus comentários, dicas, sugestões e como você anda conversando com os 96% que não compram de você?