Abandonando a perfeição

25 Flares Twitter 0 Facebook 21 Google+ 3 LinkedIn 1 Filament.io 25 Flares ×

Abandonando a perfeição

O conceito veio de  Aristóteles , depois passou pelo movimento  idealista do século XVIII, ligado a nossa condição de progresso e sucesso.

É claro que se você trabalha em uma indústria onde as máquinas tem um papel fundamental ou os erros não podem existir ( usina nuclear ou no controle de tráfego aéreo), existem vidas em jogo.

O resto de nós, no entanto, somos recompensados ​​por não sermos perfeitos. No nosso trabalho, a razão pela qual temos tempo para ler blogs na empresa ou ir a reuniões ou escrever emails é que a nossa organização acredita que talvez, nós vamos encontrar e compartilhar uma nova e brilhante ideia, ou talvez inventar algo importante e manter uma conexão com um cliente importante de uma forma que realmente importa.

Então, se esse é o seu trabalho, por que você está tão focado em perfeição?

As vírgulas (,) em locais errados, os duplos espaços  nas palavras e um e-mail escrito de última hora fazem parte do meu vício de escrever. 🙂 Como diz  minha crítica C…….

Perfeição é o mecanismo de defesa ideal, o seu lado lógico cerebral dando um fora. Perfeição permite você parar, fazer mais perguntas, fazer mais comentários, calar-se e geralmente e evitar fazer qualquer coisa que possa falhar .

Você não está em um negócio perfeito. Será que o mundo quer de você a perfeição?

Feito é melhor que perfeito. Como pedir ao mar que nos traga ondas perfeitas todos os dias e todas as horas?

Ser verdadeiramente imperfeito é mais amigável. Com suas imperfeições na vida você caminha para fazer algo notável.

Comments

comentários

About the Author Bruno

25 Flares Twitter 0 Facebook 21 Google+ 3 LinkedIn 1 Filament.io 25 Flares ×